Descarrega a nossa app

googleplay2
appstore

Autenticação

Visitantes online

Temos 270 visitantes e sem membros em linha

 

Os Angola Music Awards (AMA) 2017 celebraram, no passado dia 17 de Junho, o trabalho dos melhores artistas angolanos, naquela que se destaca como a gala cultural mais importante do país. Com o objetivo da valorização da música de Angola, assim como a homenagem aos seus criadores e intérpretes, os AMA tiveram lugar pelas 17 horas no Pavilhão Multiusos do Kilamba, em Luanda.

Como em todas as edições, são galardoados os artistas que mais se destacaram no ano passado, através do voto dos telespetadores, nunca faltando as performances dos mais variados cantores de maior êxito nacional.

Com um número avultado de indicações (23), a cantora Ary vence este ano os prémios de Melhor Artista em Palco, assim como o de Melhor Música Tradicional com o tema “Papá Fugiu”, em colaboração com Baló Januário. Outro duplo galardoado, o cantor Cef, ganhou os prémios de Melhor Artista Masculino e Melhor Música Moderna (Kizomba) com o tema “Atrofiar”.

A verdadeira vencedora da noite, Edmázia Mayembe, foi para casa com três estatuetas de Melhor Artista Feminina, Melhor Kizomba com “Alma Nua” e o Prémio World Music, referente ao mesmo tema.

Com a conquista dos votos dos internautas, o grupo TRX ganhou o prémio Melhor Artista de Internet, seguindo-se o prémio Artista Digital Altafonte para as mãos do cantor Preto Show.

Foi considerado Melhor Produtor Dji Tafinha, Melhor Grupo do Ano os Força Suprema e Melhor Álbum do Ano Paulo Flores com “Bolo de Aniversário”.

Passamos aos vários géneros musicais com o Melhor Afro House “Pé no Ar”, ganho pelo grupo Trio; Melhor Rock “Espaço Vazio”, atribuído aos Black Soul; Melhor Semba “Carolina”, por Mago de Sousa; Melhor Kuduro “Mão na Cabeça”, ganho pelos The Twins; Melhor R&B/Soul para o cantor Anselmo Ralph com “Casa Comigo”; Melhor Rap/HipHop para os Força Suprema ft. Deezy com o tema “Serias Tu” – que ganhou também o prémio de Música Mais Popular do Ano - e Melhor Gospel “Dupla Honra”, por Bambila.

O Melhor Videoclip foi atribuído à música “Não Há”, de Bruna Tatiana, e a Melhor Colaboração ao dueto de Lil Saint com Puto Português “Fala Só”.

Por fim, destacam-se dois grandes prémios, nomeadamente o de Homenagem à Carreira, entregue ao veterano Eduardo Paim e o prémio Mérito Internacional recebido por C4 Pedro.

Durante a gala, um desfile de artistas angolanos foi pisando o palco para abrilhantar a noite de prémios, entre eles Projecto X, Landrick, Kid MC, Francis MC Cabinda, Puto Prata, MayaZuda e as bandas Black Soul, TheTwins, Maskarado Grua, Francis Boy, Papá Swag e Jéssica Pitbull, etc.

Esta homenagem à cultura africana pôde ser vista na Televisão Pública de Angola (TPA), ZAP e RTP.

ama 2017

 
 
 
 
 

Ao usar este site aceita a utilização de cookies para análise, conteúdo personalizado e anúncios.